Ovos na porta do frigorífico

Põe os ovos na porta do frigorífico?

Cozinha segura, cozinha saudável.

Cuidar da nossa saúde, o que incluí corpo, mente, emoções e equilíbrio espiritual, passou a ser ainda mais importante e mais urgente.

A minha entrevista para a revista MAGG, reforça a importância da organização da frigorífico, na saúde familiar. Deixo algumas dicas muito importantes, para manterem a vossa comida longe de bactérias, vírus e outros germes.

Há estudos que provam que será melhor manter os ovos refrigerados, NUNCA NA PORTA, mas, por outro lado, existem fortes argumentos de que manter os ovos à temperatura ambiente por três semanas, em nada altera a qualidade do ovo.

A porta é a zona mais quente do frio, devido à abertura frequente da mesma. A agitação constante e a condensação permitem a ‘diluição’ da clara e a penetração do sabor de outros alimentos através da casca — é a migração de odores.

Só devemos colocar na porta os alimentos que melhor suportam as flutuações de temperatura, que são normalmente os que já sofreram tratamento térmico. É o caso de os sumos, compotas, molho de soja, polpa de tomate, cuja recomendação na embalagem indica que, após aberta, deve ser conservada no frio.

Qual a temperatura ideal do frigorífico e congelador?

O frigorífico deve estar a 5°C ou abaixo e no caso do congelador deve estar a -18°C.

A organização por prateleiras pode ser complicada definir, uma vez que há inúmeros modelos de frigoríficos. Existe ainda outra variante — a opção de gerar frio ventilado — que permite melhorar a circulação do ar refrigerado, algo que não acontece noutros equipamentos em que a zona mais fria tende a ser a prateleira imediatamente acima da gaveta dos legumes. Contudo, podemos encontrar um padrão, “uma espécie de mapa do frigorífico” no que diz respeito à altura a que devem estar os alimentos.

Na base devem ficar os alimentos mais “sujos ou crus”, como é o caso dos legumes, fruta, ovos frescos, carne e peixe fresco. No que diz respeito às frutas e legumes, estas devem estar separadas nas gavetas, uma vez que estão localizadas na parte húmida do frigorífico e assim podem permanecer frescas.

“[Os alimentos ‘sujos’] são designados desta forma por se encontrarem no seu estado fresco sem terem sido submetidos a qualquer tipo de tratamento térmico. Estão ‘sujos’ do ponto de vista microbiano. É por esta razão que devemos colocar os alimentos que irão ser desinfectados ou cozinhados nas prateleiras mais frias — as da base.

Nunca deve colocar alimentos crus por cima de alimentos já cozinhados ou prontos a comer, para evitar contaminações cruzadas.

Partilhe este conhecimento com família e amigos.

Add A Comment